Projetos da Unicentro vinculados ao Programa Universidade Sem Fronteiras são avaliados

0
161

semfronteiras1A Universidade Estadual do Centro-Oeste recebeu, durante o mês de junho, a visita da coordenadora de projetos do Programa Universidade sem Fronteiras, Sandra Cristina Ferreira. Ela permaneceu na instituição por uma semana, avaliando os 19 projetos financiados pelo programa, que é vinculado à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti).
Na universidade, Sandra coordenou reuniões com os coordenadores dos projetos e visitou os locais onde são desenvolvidas as atividades extensionistas. “Nós estamos fazendo essas visitas para fazer essa aproximação da Secretaria para com as universidades, conhecer nossos coordenadores, nossos professores-orientadores, os acadêmicos e os recém-formados que fazem parte da equipe dos projetos”, explicou.
Nas reuniões, os professores-coordenadores apresentaram os projetos, abordaram os pontos positivos e negativos percebidos durante a execução das ações e, também, mostraram o que foi desenvolvido, levando em conta tudo o que foi proposto no projeto submetido e aprovado pela Seti. “Estamos discutindo o tema que eles propuseram na apresentação do projeto e, com isso, verificando in loco, a execução desses projetos junto a comunidade, que é o nosso objetivo principal dentro do programa”, reforçou Sandra.
Os encontros com as equipes executoras e com a comunidade foram acompanhados pela pró-reitora de Extensão e Cultura da Unicentro, professora Elaine Maria dos Santos. “Ela conversa muito com os bolsistas, tanto o aluno de graduação quanto o egresso. Pergunta sobre as dificuldades encontradas, sobre o que chamou a atenção deles. É mais para conhecer aquilo que não está escrito”.

Participantes do projeto "Morro Alto vai ao Cinema"

Participantes do projeto “Morro Alto vai ao Cinema”

Eduardo Yuji Yamamoto, professor do Departamento de Comunicação Social, coordena um dos 19 projetos em andamento na Unicentro: o “Morro Alto vai ao Cinema”, que tem como objetivo mudar a visão que grande parte da população da cidade tem sobre o bairro. Para isso, são desenvolvidas oficinas de cinema aos moradores, dando visibilidade a quem vive na região.
A observação do conteúdo produzido deixou a coordenadora Sandra Cristina Ferreira satisfeita. “É uma riqueza infinita que nós temos verificado nas nossas visitas. O objetivo é realmente esse, é essa aproximação universidade, estado e comunidade, na promoção do desenvolvimento socioeconômico e melhoria na qualidade de vida das populações”.
Dentro da Unicentro, a percepção não foi diferente. “Eu estive sempre perguntando se tem algo que precisamos melhorar ou algo que ela tenha sentido que não está muito adequado. Mas em momento algum ela falou ou manifestou qualquer sinal de que não estava legal”, avaliou Elaine. “O nosso resultado foi muito positivo. Todos os projetos visitados tinham conteúdo e um desenvolvimento muito consistente, de modo que convenceu. Nossos projeto são consolidados, são projetos que têm uma contribuição muito significativa, e eu acho que isso impressionou”.

Fonte: Coorc Unicentro

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome