Projeto utiliza cinema para discussões de temáticas da Psicologia

0
80

Projeto utiliza cinema para discussões de temáticas da PsicologiaPublicado 3 de novembro de 2016 | Por ariane Após exibição do filme, temáticas entram em discussão (Foto: Coorc)

Após exibição do filme, temáticas entram em discussão (Foto: Coorc)

Com o propósito de destacar o papel da Psicologia para além das perspectivas tradicionais, o projeto de extensão Cinema: um “pré-texto” para Psicologia, está sendo desenvolvido no campus Irati da Unicentro. O tema do primeiro encontro foi uma proposta de aproximação entre Psicanálise e Arte, e o filme exibido foi Frida. O projeto é voltado para toda comunidade de Irati e região, acadêmica ou não.
O coordenador do projeto é o professor do Departamento de Psicologia, Matheus de Freitas Brandão. Ele explica que a intenção é mostrar a relevância da área na compreensão de fenômenos culturais e sociais. “Além disso, o projeto busca incentivar a reflexão acerca das relações humanas representadas no cinema, possibilitar a formação de profissionais da Psicologia com capacidade para analisar de forma crítica as vivências humanas da atualidade, e situar a comunidade em termos de sofrimentos psíquicos atuais e as modalidades de cuidado e intervenção”.

Medianeiras será o segundo filme exibido pelo projeto Cinema: um "pré-texto" para a Psicologia

Medianeiras será o segundo filme exibido pelo projeto Cinema: um “pré-texto” para a Psicologia

No primeiro encontro, o debatedor foi o psicólogo e professor da Faculdade Guairacá, de Guarapuava, Eduardo Bernardes Nogueira, que produziu sua dissertação de mestrado sobre Frida. De acordo com o professor, a produção artística de Frida pode ser considerada biográfica, ou seja, ela procura retratar sua vida nas obras. Um dos elementos que ele destaca é a grande produção de autorretratos. Neles, há segundo Eduardo, uma forma encontrada pela artista de (re)construir seu corpo.
“Frida foi vítima de uma poliomielite por volta dos seis anos, que deixou como sequela uma perna mais fina que outra. Aos 18 anos, ela sofreu um grave acidente, fraturando mais de 20 ossos e uma barra de ferro atravessou sua pélvis. Frida passou por inúmeras cirurgias durante a vida, teve uma das pernas amputadas, enfim, um corpo devastado, como aparece em seu famoso quadro ‘Coluna Partida’, por exemplo”, afirma Matheus.
O próximo encontro terá como tema “Produção de subjetividades contemporâneas”. O filme a ser exibido será “Medianeiras”, de 2011, dirigido por Gustavo Taretto. As debatedoras convidadas são as professoras Paula Marques e Angela Silva, ambas do Departamento de Psicologia da Unicentro. “Além deste, mais dois encontros ocorrerão. Os temas serão, respectivamente, os modos de produção de sofrimento contemporâneo e a psicose. As datas ainda não estão definidas e os convites estão sendo negociados com os debatedores”, finaliza Matheus.

Postado em noticiasFonte: Unicentro

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome