Festival Universitário da Canção tem noite de lançamento para sua sexta edição

0
57

Finalista na categoria Interpretação em 2015, Bruna Trimóteo abriu a noite de Lançamento do Fuca desse ano (Foto: Márcio Nei)

Finalista na categoria Interpretação em 2015, Bruna Trimóteo abriu a noite de Lançamento do Fuca desse ano (Foto: Márcio Nei)

Os eventos em comemoração aos 26 anos da Unicentro não param e, dessa vez, uma novidade agitou o campus Santa Cruz. Foi o lançamento da 6. edição do Festival Universitário da Canção, o Fuca 2016.
Foi a primeira vez que uma edição do festival contou com uma prévia. A noite de lançamento reuniu participantes de 2015 e teve como objetivo ser um aperitivo para a edição desse ano, que será realizada nos dias 21, 22 e 23 de setembro, no Auditório Francisco Contini, que fica no campus Santa Cruz da Unicentro.
Entre os participantes, estavam Thiago e Lucas, que conquistaram o segundo lugar na categoria Interpretação, no ano passado. Os meninos, que levantaram a plateia em 2015 com o estilo gauchesco, prometem voltar com novidades nesse ano. “Vai ser uma roupagem totalmente nova. Ideias do Thiago de ser uma espécie de apresentação teatral, com música e dança”, adiantou Lucas.
O Fuca é realizado anualmente desde 2011 e em seu sexto ano conta é tem produção conjunta da Unicentro FM, da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), do Gabinete da Reitoria e da Coordenadoria de Comunicação Social da Unicentro. Uma das grandes novidades para essa edição é a participação da ÉParaná, que é a televisão educativa do estado, que realizará a cobertura do Festival.
“A É-Paraná fará uma programação especial ao vivo durante as três noites do Fuca. Na primeira noite, eles farão um programa cultural de uma hora, transmitido aqui, diretamente do Auditório Francisco Contini. No segundo e terceiro dia de Festival Universitário da Canção, eles terão uma equipe para flashes ao vivo no telejornal noturno da emissora, além de cobertura anterior e posterior divulgando a mostra musical competitiva”.

Lucas e Thiago na noite de Lançamento do Fuca 2016 (Foto: Márcio Nei)

Lucas e Thiago na noite de Lançamento do Fuca 2016 (Foto: Márcio Nei)

O formato do Festival é o mesmo dos anos anteriores, mantendo as categorias de Interpretação e Composição. A primeira é exclusiva para a comunidade acadêmica da Unicentro – alunos, professores e funcionários de todas as unidades de ensino. Já a segunda abre espaço para toda a comunidade.
Segundo o reitor da universidade, professor Aldo Nelson Bona, as expectativas para a sexta edição do Festival é que revele novos talentos, vozes e composições. “A gente busca sempre fazer com que haja uma adesão cada vez maior da comunidade acadêmica, este é o foco principal do Fuca, desde que nós o concebemos. Para que haja sempre uma qualidade crescente como tem acontecido a cada ano e também que seja um grande congraçamento de toda a comunidade acadêmica e da comunidade de Guarapuava, Irati e toda região, com a participação dos nossos campi avançados”.
Para o professor do Departamento de História, do campus Santa Cruz, Jó Klanovicz, que se apresentou com a banca Underocks, é importante o incentivo à música e à cultura no meio acadêmico. “É necessário proporcionar esse espaço na cidade. Tem tanta banda, tanta produção musical independente, que tem que ter um espaço e o melhor espaço é o universitário, porque está misturando estudantes, professores, várias gerações. Tem um congraçamento muito legal proporcionado pela música”.
Para o público, a noite de lançamento do Fuca 2016 foi uma maneira de relembrar a edição anterior e também ter uma prévia do que vai acontecer esse ano. “Eu não perco um Fuca desde que eu vim trabalhar aqui na Unicentro. É legal eles darem uma prévia pra gente já ir pegando o clima do Festival, e vale a pena vir, porque a qualidade das músicas é muito boa”, avaliou o professor Carlos Alberto Machado.

Fonte: Coorc Unicentro

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome