PARIS/ATAQUES: Após atentados, torre Eiffel fica fechada até segunda ordem

0
86

Paris/ataques –

Artigo publicado em 14 de Novembro de 2015 –
Atualizado em 14 de Novembro de 2015

Após atentados, torre Eiffel fica fechada até segunda ordem

A torre Eiffel está fechada até próxima ordem.A torre Eiffel está fechada até próxima ordem. REUTERS/Yves Herman

A Torre Eiffel, símbolo de Paris, está fechada e sem previsão de reabertura. Museus nacionais, como o Louvre e o Orsay também não vão funcionar neste sábado (14) e domingo (15). Espetáculos da Ópera de Paris e da Filarmônica foram cancelados, assim como o aguardado show da banda irlandesa U2.

O ministério da Cultura anunciou que todos os estabelecimentos públicos culturais, como museus e salas de espetáculos, vão permanecer fechados neste final de semana. A Ópera de Paris cancelou a apresentação de “Elixir do Amor” e a Filarmônica anulou os concertos do final de semana. O castelo de Versalhes chegou a abrir pela manhã, mas logo fechou as portas.

Os estabelecimentos privados foram aconselhados a modificar os calendários ou reforçar as medidas de segurança, principalmente em relação ao acesso aos locais, caso resolvessem, sob responsabilidade própria, levar adiante os eventos. O Eurodisney também não funciona neste sábado.

U2 manda mensagem de solidariedade a fãs e vítimas

Os aguardados shows da banda irlandesa U2, esgotado há meses, foram cancelados. No site do grupo, eles postaram a seguinte mensagem: “Acompanhamos os eventos em Paris com incredulidade e choque – nossos corações vão para as vítimas e suas famílias”.

A torre Eiffel, que tem gestão privada, vai permanecer fechada até nova ordem. O monumento, sempre considerado como alvo potencial de atentados por simbolizar a França, recebe entre 15.000 a 20.000 pessoas por dia.
As manifestações nas vias públicas estão proibidas em Paris e arredores até quinta-feira à tarde, de acordo com um comunicado da polícia.

Grupo Estado Islâmico reivindica atentados em Paris e diz que França continuará sendo um alvo

14/11/2015
Ouvir (01:07)

More

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome