Homem com falso cinturão de explosivos provoca alerta de bomba em Bruxelas

0
34
  • Tweeter

Bélgica

Ataques

Terrorismo

Bomba

Atentados de Paris

Atentados de Bruxelas

Homem com falso cinturão de explosivos provoca alerta de bomba em Bruxelas

Por

RFI

mediaSoldados belgas patrulham centro City 2 em Bruxelas
REUTERS/Francois Lenoir/File Photo

Um homem com um cinturão de explosivos falso provocou um falso alerta de bomba nesta terça-feira (21), perto de um shopping em Bruxelas.

O alerta foi acionado às 04h30 e mobilizou as autoridades, já que o centro comercial City 2 foi citado inúmeras vezes como um alvo potencial de ataques.O suspeito foi preso no início da manhã com um falso cinturão de explosivos, de acordo com a polícia.

Desde os atentados que aconteceram no último dia 22 de março em Bruxelas, que deixou pelo menos 31 mortos, a capital vive sob a ameaça. Na semana passada, o serviço secreto belga foi informado de que um grupo de extremistas estaria vindo para a Europa com o intuito de praticar atentados na Bélgica e na França.

No início da manhã, o governo organizou rapidamente uma reunião de crise, da qual participou o primeiro-ministro belga Charles Michel, para esclarecer a situação. “Tudo está sob controle”, disse Michel na saída da reunião. “Os serviços de segurança são extremamente vigilantes”, acrescentou. O nível de alerta antiterrorista na Bélgica foi mantido em nível 3, a penúltima de uma escala de 4 (ameaça séria e iminente).

Acesso a metrô sob forte esquema de segurança

Os acessos às linhas de metrô situadas no centro comercial foram bloqueadas nesta terça-feira e inúmeros militares armados foram destacados para fazer a segurança do local e informar os passageiros, mas não houve pânico. De acordo com um porta-voz da polícia de Bruxelas, algumas lojas do centro vão continuar fechadas.

Em entrevista à imprensa, o prefeito de Bruxelas, Yvan Mayeur, declarou que não havia nenhuma ameaça visando lojas do shopping. A capital foi alvo de um ataque do grupo Estado Islâmico no último dia 22 de março, no aeroporto de Bruxelas, e na estação de metrô Maelbeek. Desde então, a polícia do país multiplica as operações na cidade para evitar novos ataques.

Na última segunda-feira, seis pessoas suspeitas de terem ligação com o atentado no trem Thalys entre Bruxelas e Amsterdã, ocorrido no dia 21 de agosto de 2015, foram presas. No fim de semana, quarenta suspeitos foram detidos em 16 cidades, todas supostamente ligadas ao terrorismo.

  • Tweeter

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome