Projeto de capacitação da OIM quer combater tráfico em Timor-Leste

0
51

Ouvir /

Agência utiliza atores para interpretar o drama de pessoas traficadas e trata o tema como um assunto regional que está a afetar o país de língua portuguesa no sudeste da Ásia.

Participantes do projeto em Dili, no Timor-Leste. Foto: OIM 2016

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Um programa de capacitação da Organização Internacional para Migrações, OIM, está a combater crimes de tráfico humano em Timor-Leste.

A iniciativa está a ser financiada pelo Departamento Americano de Estado. A formação conta com o Serviço de Imigração e a Polícia Nacional do Timor, Pntl.

Emoções

A OIM prepara situações simuladas como uma mulher a ser resgatada em um clube noturno após ser obrigada a manter relações sexuais com clientes do bar.

Para isso, a OIM trabalha com uma agência de atores para que os participantes aprendam como identificar e entrevistar vítimas e autores do tráfico de seres humanos.

A capacitação é bastante real. Os atores são maquilhados para aparentar ferimentos e demonstram emoções fortes, típicas de vítimas do crime.

Somente após a entrevista simulada é que é revelado tratar-se de um ato dramático.

O gerente do projeto da OIM contra o tráfico em Timor-Leste disse que a formação é muito real e beneficia os participantes.

As sessões também oferecem o desenvolvimento de habilidades como, por exemplo, análises do tráfico como um tema regional, um assunto jurídico internacional e um problema sócio-económico que está a afetar Timor-Leste.

*Apresentação: Michelle Alves de Lima.

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome