Escritório de Direitos Humanos denuncia novos abusos cometidos pelo Isil

0
33

29/11/2016

Escritório de Direitos Humanos denuncia novos abusos cometidos pelo Isil

Ouvir /

Pessoas que se recusaram a deixar franco-atiradores utilizar o telhado de suas casas foram ameaçadas ou mortas pelo grupo terrorista; há relatos de que uma criança de 7 anos que correu em direção aos militares iraquianos também foi executada.

Mosul. Foto: IOM/Jennifer Sparks (arquivo)

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório do alto comissário da ONU para os Direitos Humanos continua recebendo relatos de sérios abusos das leis internacionais cometidos pelo movimento terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil. A violência ocorre na cidade de Mossul e arredores.

Os terroristas estão instalando lançadores de foguetes e posicionando franco-atiradores nos telhados das casas dos moradores. Aqueles que se recusam a permitir que suas residências sejam usadas para esse fim são ameaçados ou assassinados.

Assassinatos

O Escritório de Direitos Humanos revela que no dia 11 de novembro, o Isil matou 12 pessoas a tiros em um bairro a leste de Mossul. Todas as vítimas tinham se recusado a colaborar com os terroristas.

As famílias foram usadas como escudo humano em meio ao confronto entre o Isil e as Forças de Segurança Iraquianas. O Escritório da ONU também está muito preocupado com o destino de centenas de pessoas que foram sequestradas pelo Isil e levadas a locais desconhecidos.

Criança

O grupo também mata qualquer suspeito de vazar informações às Forças de Segurança Iraquianas. Na sexta-feira, por exemplo, foram 27 civis mortos no norte de Mossul.

Existem ainda relatos de tiros contra os moradores que tentam fugir da cidade. Até mesmo uma criança de sete anos foi assassinada por um franco-atirador do Isil quando corria em direção aos militares iraquianos em um bairro no leste de Mossul.

Leia e Ouça:

Clínicas móveis irão beneficiar milhares de pessoas no leste de Mossul

Bebês de apenas dois meses foram feridos a bala na cidade iraquiana de Mossul

ONU precisa de mais dinheiro para operações humanitárias

Compartilhe

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome