Unicentro recebe solicitação para implantar Unati em Chopinzinho

0
152

A deputada Leandre apresentou a demanda de Chopinzinho e região pela Unati (Foto: Marcio Nei)

A deputada Leandre apresentou a demanda de Chopinzinho e região pela Unati (Foto: Marcio Nei)

A Unicentro recebeu a visita de uma comitiva de representantes políticos do município de Chopinzinho, liderada pela deputada federal Leandre Dal Ponte e pela vereadora Édina Accorsi, que foi recebida pela reitor da universidade, professor Aldo Nelson Bona; pelo vice-reitor, professor Osmar Ambrósio de Souza; e, também, pela coordenadora do projeto de extensão Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati), Maria Regina Vargas.
A visita teve como objetivo solicitar à Unicentro a ampliação da Unati, hoje oferecida nos campi Santa Cruz, em Guarapuava, e Irati, para a cidade de Chopinzinho, onde a universidade mantém uma unidade avançada. “Nós viemos buscar uma parceria para levar a Unati para Chopinzinho. Essa expansão vai atender também os municípios da nossa região, como Saudade do Iguaçu, São João, Sulina e Coronel Vivida. Nós temos um número bastante significativo de pessoas idosas naquela região e, tenho certeza absoluta, que a Unicentro pode contribuir para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas”, explica a deputada Leandre Dal Ponte.
A Unicentro conta com o projeto de extensão desenvolvido para atender a terceira idade desde o ano 2000. A Unati realiza atividades que envolvem várias áreas do conhecimento humano, oferecendo atividades cognitivas e físicas como dança, tai-chi-chuan, hidroginástica, canto, teatro e informática.
Segundo o vice-reitor da universidade, professor Osmar Ambrósio de Souza, a Unati é uma forma de proporcionar as pessoas idosas uma vida mais ativa. “Essa solicitação de parceria, no sentido de expandir as ações da universidade, é uma demonstração de que a Unicentro está cumprindo seu papel social. No caso específico da Unati, é um projeto que leva cultura até as pessoas idosas, que tem um potencial e uma experiência de vida gigantescas, e que precisam ser mantidas como grupo participante da nossa sociedade”.

Aldo Bona e Osmar de Souza se comprometeram em verificar as possibilidades de implantação do programa no campus avançado (Foto: Marcio Nei)

Aldo Bona e Osmar de Souza se comprometeram em verificar as possibilidades de implantação do programa no campus avançado (Foto: Marcio Nei)

A cidade de Chopinzinho, que já conta com uma comissão permanente da defesa do direito das pessoas idosas, vê na Universidade Aberta à Terceira Idade uma forma de integrar a pessoa idosa ao ambiente universitário. “O principal objetivo da nossa comissão é envolver os idosos nos mais diversos setores da sociedade, e a questão educacional é muito forte. A Unati, então, surge como uma forma de dar oportunidade àquelas pessoas idosas que não puderam ter a participação em uma universidade”, esclarece a vereadora Édina Accorsi.
Além de integrar os idosos à comunidade universitária, a Unati, segundo Maria Regina Vargas, também proporciona a interação entre gerações, trazendo benefícios também para os mais jovens. “A integração intergeracional é uma das melhores formas para que se quebrem preconceitos e se estabeleçam laços. O jovem, interagindo com o idoso, aprende com a experiência que ele já viveu e a pessoa idosa aprende com o jovem também a viver no mundo de hoje”.
Durante a reunião, a reitoria da Unicentro se comprometeu em estudar as possibilidades de implantação da Unati no campus avançado de Chopinzinho e, também, as formas em que o projeto pode ser efetivado.

Fonte: Coorc Unicentro

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome