Unicentro é premiada em Conferência da Tríplice Hélice

0
5


A Unicentro foi destaque na XIX Conferência da Tríplice Hélice, promovida pela Universidade de São Paulo. Isso porque, a nossa universidade, representada pela diretora de Propriedade Intelectual da Agência de Inovação, Claudia Crisóstimo, garantiu o prêmio de Melhor Caso Prático, uma das modalidades da conferência. O artigo vencedor tem como título “Paraná: articulação em questões legislativas para um Estado inovador” e foi elaborado pela equipe formada por Cláudia; Erika Juliana Dmitruk; João Guilherme Duda; e Kennedy Machado.

No artigo, enviado em nome da Unicentro, como explica Claudia, o grupo apresentou a articulação entre estado, universidades e iniciativa privada para a construção da Lei Estadual de Inovação, a partir do Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação. “Todo o trabalho, principalmente da revisão jurídica do texto final do Projeto de Lei, da Lei de Inovação, também foi coordenado pela Unicentro. Esse artigo tratou de todas as articulações interinstitucionais – ambiente público, privado e governo – para a elaboração do projeto de lei”.

A categoria na qual o artigo disputou era voltada a cases e relatórios de experiências sobre iniciativas efetivas de interação de empresas privadas, estado e academia – a chamada tríplice hélice. Nesse sentido, destaca Claudia, o trabalho premiado relata como essa articulação tem funcionado e gerado desenvolvimento para o Paraná, além da importância da atuação das universidades estaduais no processo. “A lei foi planejada pensando na competitividade do estado do Paraná, na utilização dessa infraestrutura que nós já temos de vários ambientes promotores de inovação, nós temos essa capilaridade de várias universidades em todas as regiões do estado do Paraná. Nós temos um grande potencial e condições de trabalhar no estado do Paraná com toda essa articulação que foi pensada na Lei de Inovação”.

Para Claudia, ter recebido o prêmio, em um universo de 80 trabalhos concorrentes, do Brasil e de outros países, como México e Alemanha, é um reconhecimento ao engajamento e ao trabalho realizado por todos os envolvidos no projeto de lei. “Nós seguimos o modelo da tríplice hélice e esse reconhecimento de toda a articulação que foi relatada, sobre o que foi feito aqui no estado do Paraná. Eu acho que o reconhecimento é de que estamos no rumo certo”.

O reitor da Unicentro, professor Fábio Hernandes, também destaca a importância da elaboração da Lei Estadual de Inovação e do prêmio para a universidade. “Lei essa que, como o próprio nome diz, traz essa inovação, que é a articulação estado, universidade e iniciativa privada, com certeza vai trazer muitos benefícios para o desenvolvimento da nossa região, do nosso estado, pois ela articula, ainda mais, essa aliança entre esses três setores. Então, para a Unicentro, ter participado da elaboração dessa Lei é muito gratificante. Lei essa que foi premiada na última semana, o que mostra que estamos no caminho certo”.



Fonte

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome