Unicentro colabora com pesquisa sobre a qualidade de vida dos universitários paranaenses

0
127

Unicentro colabora com pesquisa sobre a qualidade de vida dos universitários paranaensesPublicado 16 de novembro de 2015 | Por coorc

Para conhecer um pouco mais sobre o estilo de vida dos jovens que frequentam as universidades paranaenses, o professor Dartagnan Pinto Guedes, docente aposentado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) está desenvolvendo em todas as universidades estaduais, uma pesquisa que ganhou o título “O comportamento de risco e proteção para a saúde de universitários do estado do Paraná”. A Unicentro também vai colaborar com a pesquisa, coletando informações nos três campi.

O professor do Departamento de Educação Física da Unicentro, Marcos Queiroga, ficou responsável por coletar os dados dos acadêmicos da universidade. “A ideia é fazer um levantamento amostral, a partir de uma mostra populacional, da quantidade de indivíduos que adotam um comportamento de risco ou comportamento voltado a má qualidade de vida”, explica Queiroga.

A pesquisa consiste na aplicação de um questionário composto por 64 perguntas que devem ser respondidas pelos universitários de forma voluntária. De acordo com Queiroga, o projeto tem o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti). A coleta dos dados teve início há dois anos e deve ser realizada, além das universidades estaduais, também em outras sete faculdades particulares do estado. Até agora, as informações da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Londrina (UEL) já foram coletadas. Na Unicentro, os questionários devem começar a ser aplicados a partir do dia 16 de novembro.

Serão avaliados aproximadamente 560 acadêmicos da Unicentro. No campus Cedeteg serão 207 participantes. No campus Santa Cruz, 197 e no campus de Irati, 153. As amostras dos campi Santa Cruz e Cedeteg serão coletadas pelo professor Queiroga. Já as de Irati, serão feitas pelo professor Silvano Coutinho. Depois que as informações forem reunidas, até o final deste ano, será feita a análise dos dados apontados pelo questionário. “O professor coordenador vai juntar todas essas informações e fazer uma análise. Ao mesmo tempo, vai apresentar o perfil do comportamento de risco e proteção para saúde dos universitários paranaenses. É um projeto extremamente importante para tentar mapear como se encontra o comportamento de risco ou promoção da saúde dos universitários do Paraná”, finaliza Queiroga.

Fonte: Unicentro – Coorc

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome