Seleção interna de propostas para o Projeto Rondon 2022 está com inscrições abertas

0
6


A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura está recebendo, até o dia 15 de julho, as inscrições de propostas para serem desenvolvidas durante a Operação 2022 do Projeto Rondon. O projeto, como explica a coordenadora institucional da ação, Monica Nunes, é uma atividade interministerial do Governo Federal realizada em coordenação com os governos estaduais e municipais, em parceria com as instituições de ensino superior. “O objetivo dessas operações é somar esforços com as lideranças comunitárias e com a população a fim de contribuir para o desenvolvimento local e, também, na promoção da cidadania”.

A Operação Amapá Mais Forte será desenvolvida entre três e 20 de fevereiro de 2022, em 12 municípios do estado do Amapá e terá como centro regional, a cidade de Macapá. As propostas de trabalho, de acordo com Mônica, devem abranger as áreas temáticas num dos conjuntos de ações estabelecidos pelo Ministério da Defesa. “O Ministério da Defesa organiza as atividades em conjuntos porque cada conjunto, que é multidisciplinar, é formado por áreas diferenciadas. Nesse caso, são três conjuntos: Conjunto A, que seriam atividades de cultura, direitos humanos e justiça, educação e saúde; Conjunto B, comunicação, meio ambiente, tecnologia e produção, e trabalho; e o Conjunto C, cobertura jornalística e produção de conteúdo”.

Os interessados em participar do processo de seleção devem encaminhar a proposta de trabalho e a ficha de cadastramento para a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, no e-mail proecunicentro@gmail.com. “Para a proposta podem se inscrever professores do quadro efetivo da instituição e, caso a proposta seja aprovada, alunos de diversos cursos também podem se inscrever para a composição da equipe. A equipe da instituição se remete a dois professores – um professor coordenador e outro adjunto – e mais oito alunos”, detalha Monica.

O resultado da seleção será divulgado a partir do dia 20 de julho. Todas as informações sobre o processo de seleção estão disponíveis em edital, que pode ser acessado na página da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, no site da Unicentro. Para reforçar o convite para a submissão de propostas, Monica ressalta que professores e alunos conseguem compreender a importância da sua formação e conhecimento quando as colocam em prática para o desenvolvimento de uma comunidade.

Entende-se que a participação no Projeto Rondon deve ser baseada na interação dialógica, ou seja, o que a comunidade precisa e como professores e alunos podem ajudar. Há a formação interdisciplinar que visa a construção coletiva das atividades em diferentes áreas de conhecimento. Há indissociabilidade de ensino, pesquisa e extensão, que tem como objetivo a formação acadêmica de um todo. O impacto na transformação social de alunos, professores, comunidade, ou seja, de todos os envolvidos no processo de convivência e humanização. Quem participa sempre volta com relato de que a Operação Rondon é um divisor de águas na sua formação”, finaliza.



Fonte

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome