Professora da Unicentro atua na reativação do Fórum Paranaense dos Cursos de Pedagogia

0
13


Os cursos e professores de Pedagogia do estado se uniram, organizaram e lançaram o Forpped, que é o Fórum Paranaense dos Cursos de Pedagogia. De maneira online, mais de 750 docentes da área se reuniram e escolheram os primeiros gestores, que são os responsáveis por organizar o Fórum e as primeiras eleições. A vice-presidente dessa comissão pro tempore é a professora Suzete Orzachowski, do Departamento de Pedagogia da Unicentro. “Nós estamos compondo uma comissão pro tempore, a qual tem como função principal encaminhar esse processo eletivo de forma transparente e democrática com todos aqueles que fazem parte do Fórum”, explica.

O mandato da comissão pro tempore vai até o dia 15 de outubro, quando será feita uma nova eleição com os membros do Forpped. “A comissão além da presidência e vice, conta com mais cinco membros que caminham colaborativamente neste período que vai ser aí de um mês e meio até a eleição regimental”, complementa Suzete.

Juntamente com a professora Luani de Liz Souza, da Universidade Federal do Paraná, a docente da Unicentro vai cuidar do processo inicial de reativação do Fórum. Segundo Suzete, o retorno das atividades do Forpped foi motivada, sobretudo, pela resolução que institui as diretrizes curriculares nacionais para a formação inicial de professores para a educação básica. “O Fórum entende que a referida regulamentação não contempla o projeto formativo construído historicamente pelo movimento de educadores do estado do Paraná. O Fórum considera que há um crescente processo de desqualificação da formação inicial e continuada de professores no Brasil”, avalia.

O Forpped conta com a representação, via docentes, de diversas universidades e faculdades públicas e particulares do estado do Paraná. “Esse momento de entusiasmo pela ciência da pedagogia e pelo fortalecimento dos cursos ofertados nas universidades e instituições de ensino superior, faculdades, vem ao encontro da garantia de direitos a uma educação intencional escolar e não escolar de qualidade”, finaliza Suzete.



Fonte

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome