O ensino de ciência é tema de dois livros organizados por professores da Unicentro

0
116

Alguns dos 86 autores das duas coletâneas na noite de lançamento (Foto: Márcio Nei)

Alguns dos 86 autores das duas coletâneas na noite de lançamento (Foto: Márcio Nei)

Transportar as experiências vividas no ambiente escolar para as páginas de um livro. Esse é o objetivo das obras Ciência Viva: saberes e práticas escolares de ciências naturais e Saberes da Escola: roteiros metodológicos de ciências e biologia, lançadas oficialmente na semana passada.
Os livros trazem conteúdos de cunho pedagógico, que vão auxiliar na formação inicial e continuada de professores da rede pública. A proposta é levar para as salas de aula uma nova forma de aprendizagem, despertando o interesse pela ciência e pela tecnologia. “De nada adianta todo esse movimento se tanto os nossos alunos não levarem isso para a sua prática docente enquanto futuros educadores, quanto os professores da educação básica não utilizarem os livros como mais uma referência para dinamizar as atividades de ciências na sala de aula”, afirmou a coordenadora do projeto, professora Ana lúcia Crisóstimo.
As duas obras são resultados dos projetos de extensão “Ensino de Ciências: saberes e práticas escolares”, desenvolvido em 2014, e “Ciência & Movimento: universidade em ação”, de 2015. Ao todo, são 86 autores de capítulos nos dois livros. Entre eles, professores e acadêmicos da Unicentro e da Faculdade Guairacá, além de professores da rede básica de ensino. “É sempre um desafio trabalhar com a educação e envolver tantas pessoas. Hoje, essa obra representa a concretização de mais uma etapa deste projeto, representa uma longa caminhada na luta pela formação dos acadêmicos e, também, de uma melhor qualidade de ensino na rede pública de nosso estado”, destacou a professora Cristiane Kiel, que também é coordenadora do projeto.

Professora Ana Lúcia Crisóstimo, coordenadora do projeto (Foto: Márcio Nei)

Professora Ana Lúcia Crisóstimo, coordenadora do projeto (Foto: Márcio Nei)

Uma das autoras é a professora Rosilene Rebeca. Para ela, os livros são fruto de um trabalho desenvolvido com muito comprometimento. Com essa etapa finalizada, o desejo é não parar por aqui. “Conseguimos visualizar alguns vieses de muita criatividade nos alunos, de muita vontade de aprender e ensinar, e isso acho que já é o ponto mais forte do projeto. Agora, temos um sentimento de dever cumprido e vontade de fazer mais”.
As obras contaram com várias parcerias. Entre elas, a da Faculdade Guairacá, que apoia administrativa e financeiramente as ações desde 2009. “Nada melhor do que nos unirmos com parceiros educacionais e, melhor ainda, com parceiros educacionais da casa, da cidade”, avaliou o chefe de gabinete da reitoria da Unicentro, professor Marcio Fernandes. Para o diretor-geral da Faculdade Guairacá, professor Juarez Soares, a interação entre as instituições gera resultados positivos para todos os envolvidos. “São duas instituições em Guarapuava que procuram ter qualidade, que procuram ter ética no processo de ensino-aprendizagem. A união dessas instituições sempre traz benefícios pra todos”, reforçou.

Os livros Ciência Viva e Saberes da Escola (Foto: Márcio Nei)

Os livros Ciência Viva e Saberes da Escola (Foto: Márcio Nei)

Agora, oficialmente lançadas, as obras serão disponibilizadas em versões digital e impressa. O que, segundo professor Marcio, vai ajudar na divulgação dos textos. “A universidade tem buscado fortalecer sua editora universitária, em parcerias com outras editoras, e abrindo espaço para que os professores consigam dar vasão e visibilidade para as suas ideias e para os seus projetos de extensão, que é o caso dos livros que estão sendo lançados”.

Fonte: Coorc Unicentro

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome