Inscrições para o Programa Santander Universidades de Bolsas Ibero-Americanas terminam amanhã

0
86

santanderuniversidades Estar na universidade e aproveitar todas as possibilidades oferecidas pelo ensino superior é diferente de passar pela universidade. Quem vive a instituição participa, para além das aulas, de atividade de pesquisa, de ações de extensão e também almeja uma experiência internacional, um período de intercâmbio numa universidade de outros países.

Na Unicentro isso pode ser tornar realidade a partir da participação em um dos programas de mobilidade que a instituição oferece. Um deles é o Santander Universidades de Bolsas Ibero-Americanas. “Nós temos um programa de uma empresa privada que possibilita o acesso de alunos das universidades brasileiras a conseguir ir para o exterior”, explica o assistente do Escritório de Relações Internacionais da Unicentro (ERI), Adriano Silvério.

Adriano Silvério é assessor do Escritório de Relações Internacionais da Unicentro (Foto: Acioli Caldas)

Adriano Silvério é assessor do Escritório de Relações Internacionais da Unicentro (Foto: Acioli Caldas)

O programa é parceiro da Unicentro há quatro anos e, desde então, já proporcionou a diversos alunos a possibilidade de intercâmbio. Os estudantes daqui podem ir para países da Europa e da América Latina. Douglas Alves, por exemplo, foi para o México. O acadêmico de Serviço Social passou seis meses, em 2015, na Universidade Veracruzana. “Eu estava procurando expandir um pouco dos meus conhecimentos, ter uma ideia de como é a atividade do Serviço Social, porque eu, enquanto acadêmico aqui no Brasil, queria saber como seria a prática profissional fora do país; se a profissão tem correspondência com o que hoje a gente pratica e com as áreas aqui do Brasil”.

O Programa Santander Universidades oferece uma bolsa para que o aluno consiga se manter nos seis meses de intercâmbio. Uma das regras é, que, para participar, o estudante deve estar nem iniciando, nem concluindo a graduação, como explica Adriano. “No caso da Unicento, os que não podem participar são os que estão no primeiro ou no último ano do curso. Todos os alunos que estão nessa faixa intermediária podem participar”.

Douglas Alves foi um dos seis contemplados de 2015, pela Unicentro, com uma bolsa do Programa de Bolsas Ibero-Americanas

Douglas Alves foi um dos seis contemplados de 2015, pela Unicentro, com uma bolsa do Programa de Bolsas Ibero-Americanas (Foto: Acioli Caldas)

Nesse ano, o programa de bolsas ibero-americanas disponibilizou três bolsas para a Unicentro. “É muito importante para o nosso aluno ter essa oportunidade no exterior. Não somente para o desenvolvimento de uma língua, mas também na questão cultural, na questão de contatos profissionais e acadêmicos, que é muito enriquecedor”. Contatos e experiências que o Douglas trouxe do México. “A experiência da mobilidade trouxe para mim uma oportunidade de viver em uma cultura completamente diferente do Brasil, de ver a diferença de costumes também”.

Confira a reportagem em vídeo das inscrições para o Programa de Bolsas Ibero-Americanas Santander Universidades na Unicentro WebTV: https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=sSH6JcNbVFQ

Fonte: Coorc Unicentro

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome