Inscrições para cursos do Paraná Fala Inglês abrem na próxima terça-feira, 13

0
3


Começam nesta terça-feira e terminam já na quarta as inscrições para os cursos ofertados pelo programa Paraná Fala Inglês. Uma das etapas de seleção é a realização do teste de nivelamento, que estará disponível para realização on-line também nos dias 13 e 14 de outubro. “Esse teste de nivelamento é o que vai determinar a turma em que o candidato será acolhido. É um teste on-line, ele próprio realiza sem nenhum tipo de auxílio. Isso é para evitar que ele seja inserido em uma turma inadequada e isso gere uma desistência. Então, é importante esse cuidado com o teste de nivelamento”, explica a coordenadora institucional do programa, professora Neide Garcia.

Outro pré-requisito para se candidatar a umas das vagas é a comprovação de vínculo com a Unicentro. “O requisito para participar é ser membro da comunidade universitária, seja como professor, estudante da graduação e pós-graduação ou agente universitário. No ato da inscrição o candidato vai inserir, anexar um documento comprobatório desse vinculo”, reitera Neide. Os cursos têm duração de 30 horas e são oferecidos de forma remota. A professora Neide ainda destaca que as vagas são limitadas em 25.

“Lembro que o programa é um programa em rede estadual e, dessa red participam as demais universidades estaduais públicas do Paraná. Portanto, as vagas também serão ofertadas a participantes de outras universidades. Então é importante que se os nossos candidatos, que desejam participar dos cursos aqui na Unicentro, realizem as suas inscrições nos dias 13 e 14”, ressalta Neide.

Para se inscrever em um dos cursos ofertados pelo Paraná Fala Inglês, basta acessar a página do programa no siteda Unicentro. As inscrições são gratuitas e aberta a toda a comunidade universitária. A coordenadora institucional do programa ainda ressalta a importância da língua estrangeira no processo de internacionalização acadêmica. “Os cursos do Paraná Fala Inglês têm uma proposta acadêmica, ou seja, visa preparar melhor a comunidade universitária para a sua inserção no contexto de ensino, pesquisa e extensão internacional. É um projeto estratégico de internacionalização para o qual língua estrangeira é fundamental”, finaliza a docente. 



Fonte

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome