Incubadora Tecnológica da Unicentro se destaca em Ranking Paranaense

0
83

Incubadora Tecnológica da Unicentro se destaca em Ranking ParanaensePublicado 3 de dezembro de 2015 | Por coorc

A Unicentro, mais uma vez, foi reconhecida pela qualidade do trabalho que realiza. Desta vez, o destaque é para a Incubadora Tecnológica de Guarapuava (Integ), que garantiu o 1º Lugar no Ranking Paranaense de Incubadoras mais bem sucedidas de 2015.

A avaliação foi feita pela empresa sueca University Business Incubator (UBI), a pedido do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). “Foram vários pontos avaliados como, por exemplo, o sucesso das empresas, o apoio que as empresas incubadas recebem, o número de empresas, o grau de inovação tecnológica de cada uma, o apoio de laboratórios científicos e, principalmente, se o corpo gestor, os diretores e gerentes, têm sido mantidos há bastante tempo”, explica o diretor da Agência de Inovação da Unicentro (Novatec), Paulo Rogério Pinto Rodrigues.

Foram analisadas 17 incubadoras em todo o estado. O objetivo do Sebrae com essa avaliação é auxiliar as incubadoras a garantirem um selo de qualidade, que foi proposto pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec). A classificação dos selos é feita em dois níveis, denominados de “Cerne”. Dessa forma, o Cerne 2 é o nível mais elevado. A Integ está caminhando para garantir seu primeiro selo de qualidade e passar a integrar as incubadoras de Cerne 1. Na avaliação, concorreu com incubadoras que já obtiveram o nível 2 de qualidade e, ainda assim, garantiu uma melhor colocação no ranking. “É um sonho. Nós não imaginávamos que uma incubadora ainda em fase de classificação estaria tão melhor até que as incubadoras que já têm um nível 2. Ou seja, para a universidade, para nós que trabalhamos aqui, realmente é um troféu”, afirma Paulo Rogério.

Para o chefe da Divisão de Incubadora, Ari Schwanz, esse reconhecimento é mais um incentivo para que a busca por melhorar cada vez mais os serviços prestados seja constante. “É uma forma de autoavaliar o trabalho. Tem muito a ser feito, mas está no caminho certo. Vemos que é o coroamento do trabalho que é realizado. Com esse reconhecimento, a incubadora, certamente, se tornará mais atrativa para as pessoas e as empresas que buscam desenvolver inovação tecnológica”, finaliza.

Fonte: Unicentro – Coorc

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome