Centro de Documentação e Memória recebe doação jornais e boletins

0
79

Centro de Documentação e Memória recebe doação jornais e boletinsPublicado 30 de novembro de 2015 | Por coorc

A história de Guarapuava contada em livros, jornais e folhetins, é assim que Murilo Teixeira preserva memórias. E para que as futuras gerações tenham acesso a história da cidade, ele doou alguns jornais colecionados por seu pai ao Centro de Documentação e Memória da Unicentro. “Eu fiz a doação, eu tenho o original dos documentos, desses jornais que foram impressos em 1920 aqui em Guarapuava. Quando jovens entre os dezoito, vinte anos, entre os quais o meu pai, Benjamin Teixeira, e um dos jornais que ele mais gostava, que também foi a grande produção dele foi o jornal denominado ‘O Trevo’ e um segundo, o ‘Alvorada'”, explica Murilo.

Entre as publicações doadas, estão os jornais e também as vinte edições dos boletins produzidos pelo próprio Murilo, conforme explica a diretora do Arquivo Histórico de Guarapuava, Terezinha Saldanha. “Ele publica uns boletins da casa, pega documentos temáticos e publica boletins. Distribui nas escolas, nas instituições. Agora ele reuniu todos os boletins já publicados e trouxe para nós. Ele fez as doações de todos os boletins e também os jornais ‘O Trevo’ e ‘Alvorada’. Ele digitalizou, encadernou e fez a gentileza de doar para nós, porque o Murilo sempre nos ajudou assim, sempre fez doações de jornais, sempre contribuiu conosco”.

As contribuições desta doação são muito especiais tanto para Murilo, como para o Arquivo Histórico de Guarapuava. “É o local adequado no momento na nossa cidade, porque assim está se preservando as nossas raízes históricas da cidade”, ressalta Murilo.

A professora Terezinha explica que as doações são importantes, pois vários cursos pesquisam a história da cidade “Não é só o curso de História que pesquisa em jornais, nós temos o pessoal de Geografia, de Publicidade e Propaganda e de Jornalismo que pesquisam nos jornais e a própria comunidade de Guarapuava vem pesquisar nos jornais antigos a história de Guarapuava. As reportagens, as colunas sociais que são muito importantes, então isso pra nós é importantíssimo”.

Fonte: Unicentro – Coorc

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome