Turismo suíço ganha com terrorismo dos outros

0
111

"Caminho da Heidi"

"Caminho da Heidi"

Lago dos Quatro Cantões

Lago dos Quatro Cantões

Gornergrat, Zermatt

Gornergrat, Zermatt

Lago de Lungern 

Lago de Lungern

Castelo de Chillon, lago de Genebra 

Castelo de Chillon, lago de Genebra

Monumento à Reforma, Genebra

Monumento à Reforma, Genebra

Trem da Jungfrau

Trem da Jungfrau

Junfraujoch

Junfraujoch

Ascona

Ascona

Cabana Hörnli, Zermatt

Cabana Hörnli, Zermatt

Zurique

Zurique

Berna

Berna

Desfiladeiro Grimsel

Desfiladeiro Grimsel

Lucerna

Lucerna

Oberalppass

Oberalppass

Vale Verzasca

Vale Verzasca

Stoos

Stoos

Appenzell

Appenzell

Davos

Davos

Saint-Moritz

Saint-Moritz

class="op-slideshow">

O risco de atentados tem feito os turistas darem as costas para destinos como Turquia, Tunísia ou Paris. Apesar da moeda forte, a bucólica – e segura – Suíça passou a ser uma boa escolha para quem procura paz e sossego nas férias.

Muitos suíços preferem este ano permanecer no seu país. O número de diárias aumentou entre janeiro e maio em relação ao mesmo período do ano passado.

Em geral, a segurança poderá se tornar um aspecto ainda mais importante no futuro, diz Urs Eberhard, vice-diretor da Suíça turismo. "Eu acho que a segurança conta cada vez mais. Podemos nos perguntar: 'será que estou me colocando em uma situação que não posso controlar? Qual a probabilidade de ser atingido?'"

A título de exemplo, Paris era um dos destinos favoritos dos suíços até os atentados que abalaram a capital francesa, em novembro de 2015. As diárias caíram 20% durante o primeiro trimestre do ano.

Para o professor de turismo da Universidade de St. Gallen, Christian Lasser, tomamos consciência da importância da segurança quando ela está ameaçada. "Em comparação, países seguros, como a Suíça, têm uma vantagem."

(Fotos: Keystone, Ex-press, Photo 13, Ti-Press)

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Endereço e-mail

swissinfo.ch em português

Escreva o primeiro comentário a este artigo:

Escreva um comentário…

Mais…
Menos…Fonte: Rádio Swiss Info

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome