O pacote da Alemanha

0
66

Vista de Gailingen (Alemanha) à Diessenhofen (Suíça). O rio Reno faz a fronteira.

Vista de Gailingen (Alemanha) à Diessenhofen (Suíça). O rio Reno faz a fronteira.

O depósito de Daniela Restle e Matthes Mitgau começou a funcionar no verão.

O depósito de Daniela Restle e Matthes Mitgau começou a funcionar no verão.

Daniela Restle e Matthes Mitgau começaram há três anos o negócio de guardar mercadorias em um quarto.

Daniela Restle e Matthes Mitgau começaram há três anos o negócio de guardar mercadorias em um quarto.

As empresas transportadoras trazem pacotes de toda a Alemanha.

As empresas transportadoras trazem pacotes de toda a Alemanha.

85 % dos pacotes vêm da Alemanha. O resto de outros países europeus e China.

85 % dos pacotes vêm da Alemanha. O resto de outros países europeus e China.

Três funcionários trabalham a tempo parcial no local. Na sexta-feira e sábado ela ainda recebe a ajuda de três estudantes.

Três funcionários trabalham a tempo parcial no local. Na sexta-feira e sábado ela ainda recebe a ajuda de três estudantes.

Pequenos pacotes...

Pequenos pacotes…

...e grandes pacotes.

…e grandes pacotes.

A empresa cobra entre dois e sete francos para o depósito dos pacotes.

A empresa cobra entre dois e sete francos para o depósito dos pacotes.

O faturamento aumenta entre 20 e 25% durante o período natalino.

O faturamento aumenta entre 20 e 25% durante o período natalino.

Diariamente são de cem a duzentos clientes.

Diariamente são de cem a duzentos clientes.

A maioria dos clientes são suíços e empresas suíças da região de Schaffhausen, Winterthur e Zurique.

A maioria dos clientes são suíços e empresas suíças da região de Schaffhausen, Winterthur e Zurique.

Estacionamento próximo a vários supermercados e outros comércios visitadas por suíços em busca de preços menores.

Estacionamento próximo a vários supermercados e outros comércios visitadas por suíços em busca de preços menores.

Gailingen am Hochrhein, um vilarejo nas proximidades de Schaffhausen sem grandes atrações turísticas. Vez ou outra um turista perdido, veículos em trânsito e a movimentação constante na alfândega, especialmente de suíços à procura de bons preços do outro lado da fronteira. Muitos deles vão ao depósito de Daniela Restle e Matthes Mitgau, onde estão guardados pacotes de todos os tipos.

Daniela Restle oferece para clientes suíços um endereço alemão para a entrega de mercadorias encomendadas no país. Há três anos ela começou esse negócio em um quarto. Hoje, ela e seu parceiro alugam um depósito inteiro. A razão do seu negócio está nas tarifas alfandegárias: para os clientes suíços é mais barato encomendar algo na Alemanha e buscar lá mesmo a mercadoria do que se ela fosse enviada diretamente à Suíça. Além das tarifas elevadas, os trâmites burocráticos costumam ser bastante complicados.

Para cada pacote que Daniela Restle guarda, ela cobra entre dois e sete euros segundo o tamanho do volume. As diferenças de câmbio entre os dois países fizeram seu negócio aumentar ainda mais. Hoje existem outras empresas ao longo da fronteira oferecendo os mesmos serviços. (Fotos e texto: Fabian Stamm).

Links

Fonte: Swiss Info

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome