Muitos consumidores ainda gostam da lâmpada comum

0
65

A história da empresa Righi Licht AG começou em 1906 em Goldau, no cantão de Schwyz (Suíça central). O mais antigo e último fabricante de lâmpadas da Suíça tem uma história movimentada. E mesmo a proibição de venda da lâmpada incandescente em 2012 não chegou a afetá-la.

A pequena empresa já mudou várias vezes de nome e uma vez até de local. Hoje ela está instalada na região de Immensee. Ela trabalha até hoje com métodos tradicionais, sendo que muitas vezes até com ajuda de trabalho manual.

Quando a incandescente foi abolida das prateleiras, por questões ecológicas e econômicas, nos países da União Europeia e também a Suíça, a Righi Licht precisou demitir pessoal e se reorientar no mercado.

As normas rígidas para as lâmpadas valem para os modelos comuns, mas não para os especiais. Por isso a empresa concentra-se hoje na produção de lâmpadas resistentes a choques para trens, barcos ou até fornos. Ela ainda fabrica lâmpadas decorativas e até correias iluminadas para o Natal. (Fotos: Gaetan Bally, Keystone/Texto: Gaby Ochsenbein, swissinfo.ch)

Escreva o primeiro comentário a este artigo.

Escreva um comentário…

Mais…
Menos…Fonte: Swiss Info

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome