A comida que acaba no lixo

0
59

O dia mundial da alimentação, que ocorre todos os 16 de outubro, pretende sensibilizar para o problema da fome no mundo. Enquanto pessoas morrem de fome no mundo, toneladas de alimentos são jogados fora na Suíça. Durante várias semanas,swissinfo.ch foi verificar o lixo de sua própria cantina.

Segundo a associação foodwaste.ch, cerca de um terço de todos os alimentos produzidos na Suíça é perdido ou desperdiçado ao longo da cadeia alimentar. Isso corresponde a 2 milhões de toneladas por ano.

Durante várias semanas, no final da tarde, nosso fotógrafo Thomas Kern fotografou o conteúdo do lixo do restaurante da empresa comum à direção geral da SSR, à swissinfo e à agência publicitária Admeira em Berna. Da granola aos legumes passando pela batata röstis e a carne, encontra-se tudo. Mas para onde vão esses alimentos?

Antigamente era mais simples: os restos dos restaurantes serviam para alimentar os porcos, mas é proibido na Suíça, por medo das doenças animais. Ogrupo ZFV, que explora nossa cantina, entrega os restos alimentares para transformar em eletricidade e em biodiesel.

“Nós fazemos parte dos membros fundadores da associação United Against Waste, (Unidos Contra o Lixo) que age para limitar as perdas alimentares no setor da gastronomia”, afirma o grupo ZFV. Como medidas concretas, entre outras, fabricar caldos com cascas e farinha de rosca com pão seco ou ainda falar com os clientes sobre a quantidade de comida nos pratos.

Imagens: Thomas Kern, swissinfo.ch e texto: Sibilla Bondolfi, swissinfo.ch

Fonte: Swiss Info

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome