Uefa multa Hungria e Croácia por vandalismo de torcedores

0
44
  • Tweeter

Euro 2016

Futebol

Vandalismo

Uefa multa Hungria e Croácia por vandalismo de torcedores

Por

RFI

mediaTorcedores húngaros usam sinalizadores para comemorar gol contra a Islândia.
REUTERS/Yves Herman Livepic

A federação da Hungria de futebol recebeu multa de € 65 mil pelos incidentes provocados por seus torcedores, que entraram em confronto com seguranças e policiais antes e depois da partida contra a Islândia em Marselha, pela Eurocopa-2016, anunciou nesta terça-feira (21) a União Europeia das Associações de Futebol (Uefa). Já a federação croata foi punida em € 100 mil.

Os torcedores húngaros lançaram ainda sinalizadores e outros objetos perto do gramado do estádio Velodrome após o fim da partida, no sábado (18), que resultou num empate em 1 a 1 com os islandeses. Pelos confrontos nos arredores do estádio, um húngaro foi condenado a seis meses de prisão.

Paralelamente, os croatas foram punidos por causa de sinalizadores e uma bomba, que interromperam a partida contra a República Tcheca (2-2) por cerca de cinco minutos. A Uefa é responsável por toda a segurança dentro dos estádios, enquanto o país-sede da competição, no caso a França, cuida do exterior.

Torcedores romenos e albaneses cometem excessos

A entidade que rege o futebol europeu também anunciou a abertura de processos disciplinares contra as federações da Romênia, eliminada na Euro-2016 ontem, e da Albânia, que torce para passar às oitavas de final como uma das quatro melhores colocadas, em função dos incidentes com seus torcedores no domingo.
Durante a partida entre os dois países, em Lyon, os torcedores romenos acenderam sinalizadores e lançaram objetos no gramado, assim como os albaneses, que também invadiram o campo após a partida para comemorar a primeira vitória do país na história da competição (1-0).

Rússia levou suspensão condicional por vandalismo

A Uefa já puniu a Rússia como um suspensão condicional, que será efetivada caso os torcedores russos voltem a causar distúrbios dentro do estádio, como aconteceu na partida contar a Inglaterra (1-1), em Marselha no dia 11 de junho.

A entidade também havia aberto processo contra Turquia, Bélgica e Portugal por incidentes com seus torcedores dentro dos estádios.

(com informações da AFP)

  • Tweeter

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome