Tropas pró-governo avançam em ofensiva contra grupo EI na Líbia

0
40
  • Tweeter

Governo

Líbia

Grupo Estado Islâmico

ofensiva militar

Tropas pró-governo avançam em ofensiva contra grupo EI na Líbia

Por

RFI

mediaForças pró-Líbia entram em Sirte, até então reduto do grupo Estado Islâmico.
Reuters

As forças pró-governo líbio estão avançando na ofensiva em Sirte, na Líbia, contra o grupo Estado Islâmico e já tomaram o porto e vários bairros nas últimas 24 horas.

No dia seguinte a intensos combates, bombardeios e disparos com artilharia pesada, a violência diminuiu neste sábado (11) entre as forças do Governo de União Nacional líbio, reconhecido pela comunidade internacional, e os extremistas, que controlam Sirte, cidade natal do ex ditador Muammar Kadhafi, desde junho de 2015.

As forças do governo iniciaram a ofensiva para tomar Sirte dos extremistas no último dia 12 de maio. O EI se implantou na Líbia no fim de 2014, aproveitando o caos político e a insegurança que reinam no país desde a queda de Muamar Khadafi, em 2011. "Nossas forças (leais ao GNA) tomaram o controle do porto de Sirte e se instalaram local", disse Reda Issa, representante do escritório de informação da ofensiva militar antiextremista.

No sábado, os extremistas tentaram retomar o porto, sem sucesso. Desde 12 de maio, 137 combatentes pró-governo morreram. Segundo Issa, as forças pró-governo cercam agora os combatentes radicais em um setor de 5 km² entre o centro e o norte de Sirte, bloqueando a área com navios da marinha. Essa zona é a mais povoada da cidade, onde estão os bairros residenciais e se concentram a maior parte dos extremistas.

Três quartos dos habitantes fugiram

Antes da chegada do EI, Sirte contava com 120.000 habitantes, três quartos dos quais fugiram. Restam cerca de 30.000 à mercê dos combates. O enviado da ONU para a Líbia, Martin Kobler, declarou-se hoje "impressionado com o progresso rápido das forças leais ao governo em Sirte", em mensagem publicada no Twitter.

Segundo responsáveis americanos, o EI conta com 5.000 combatentes na Líbia, em sua grande maioria em Sirte. A França comemorou os avanços do sábado e pediu a todas as partes na Líbia que se unam politicamente para fazer frente aos extremistas.

Sirte é o objetivo principal de uma ampla ofensiva militar lançada há um mês para expulsar os extremistas de uma faixa de cerca de 200 quilômetros de litoral no norte da Líbia. A perda de Sirte representaria um grande revés para os jihadistas, que também perdem terreno no Iraque e na Síria.

(Com informações da AFP)

  • Tweeter

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome