Le Pen é investigada por publicar foto de jornalista decapitado pelo grupo EI

0
71

O Ministério Público de Nanterre, na região parisiense, abriu uma investigação preliminar contra a líder da extrema-direita Marine Le Pen, pela divulgação de imagens violentas em sua conta no Twitter. Marine Le Pen tuitou nesta quarta-feira (16) fotos de três execuções realizadas pelo grupo Estado Islâmico (EI) para responder, segundo ela, a um jornalista que comparou seu partido, a Frente Nacional (FN), à organização.

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome