Governo francês quer inscrever luta antiterrorista na Constituição

0
42

O Executivo francês anuncia nesta quarta-feira (23) um projeto de lei para, entre outras medidas, inscrever na Constituição o estado de emergência adotado depois dos atentados que mataram 130 pessoas e deixaram mais de 350 feridos em Paris, no dia 13 de novembro. O chamado Projeto de Proteção da Nação suscita críticas de parte da esquerda e das organizações de defesa de direitos humanos, que julgam que ele normalizaria o estado de exceção. Desde que foi decretado o estado de emergência, quase 3 mil batidas policiais foram realizadas em todo o país e 346 pessoas foram detidas. Mais de 50 permanecem presas.

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome