Em Calais, Banksy ataca maneira como Europa lida com migração

0
36

Neste fim de semana, a cidade de Calais, que se tornou símbolo da crise migratória, acordou decorada por três obras do artista de rua britânico Banksy. Um dos grafites, no coração do acampamento onde vivem 4,5 mil migrantes em condições precárias, mostra Steve Jobs vestido como refugiado, carregando uma trouxa e um velho computador Macintosh. Em um raro comunicado publicado em seu site, o grafiteiro lembrou que o fundador da Apple, morto em 2011, era filho de um imigrante sírio.

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome