Dilma: desastre em Mariana não compromete Brasil na COP21

0
30

A três semanas do início da Conferência do Clima de Paris (COP21), o Brasil começou a enfrentar o pior desastre ambiental da sua história, com o rompimento de duas barragens da Samarco em Minas Gerais. Mas na avaliação da presidente Dilma Rousseff, a tragédia em Mariana não mancha a credibilidade do Brasil nas negociações sobre o novo acordo climático.

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome