Aeroporto de Istambul vive “filme de terror”, diz correspondente da RFI

0
47
  • Tweeter

Turquia

Atentado

Grupo Estado Islâmico

Ataques

Aeroporto de Istambul vive “filme de terror", diz correspondente da RFI

Por

RFI

media

A correspondente da RFI em Istambul, Fernanda Mattos Castelhani, embarcou para o Brasil no aeroporto de Ataturk no início da manhã desta quarta-feira (29). Ela descreve o clima no local, alvo de triplo ataque terrorista nesta terça-feira (28) que deixou pelo menos 36 mortos e 147 feridos.

“Estou, neste momento, dentro do avião da Turkish Airlines que decolará em alguns minutos de Istambul para São Paulo. São 9 horas da manhã, mas, até chegar aqui, a madrugada foi em claro e sem informações. A companhia aérea não conseguia, obviamente, dizer quais voos haviam sido cancelados.

Na última ligação, esperei mais de 30 minutos na linha para ser atendida, já na manhã desta quarta-feira. No caminho até o aeroporto Internacional Atatürk, a cidade amanhecia como se nada tivesse acontecido. Pontos de ônibus cheios, trânsito intenso. Mas a segurança está reforçada na entrada dos táxis nos terminais e também há fila para os estacionamentos.

(Foto: arquivo pessoal)

Como de costume – o que causa espanto e nos leva a questionar como os terroristas conseguiram adentrar o saguão – é obrigatório passar pelos usuais raios-X e detectores de metal. Aqui em Istambul, eles estão localizados logo na entrada do aeroporto, até mesmo para quem não vai viajar deve passar pelos aparelhos.

No local onde houve as explosões, a área isolada e há marcas no teto, que está danificado. Homens trabalham para limpar e restaurar os estragos. Muita gente está deitada pelo chão com suas bagagens pois não conseguiu embarcar durante a noite, mas as lojas e restaurantes estão funcionando normalmente, alguns com fitas de isolamento, provavelmente porque as pessoas tentaram se esconder na correria.

Um dos aeroportos mais movimentados do mundo não pode parar, mas, na mente de cada um aqui, o filme de terror da noite passada, ainda está pausado na mesma cena.”

  • Tweeter

Fonte: Rádio França Internacional

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome