Unesco alerta para ameaça de destruição do patrimônico cultural na Líbia e Síria

0
38

Ouvir /

Nesta quinta-feira, agência incluiu cinco sítios do país africano em sua lista do Patrimônio Mundial em Perigo; diretora-geral condenou bombardeio a museu nacional de Alepo, na Síria; cidade antiga também está na lista da Unesco.

Sítio arqueológico de Sabratha, na Líbia. Foto: Unesco/G. Boccardi

Eleutério Guevane e Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, está alertando para ameaças ao patrimônio cultural e histórico na Líbia e na Síria.

A agência da ONU colocou nesta quinta-feira cinco sítios da Líbia em sua lista do Patrimônio Mundial em Perigo.

Sítios

Entre eles está o sítio arqueológico de Cirene, uma das principais cidades da Grécia Antiga. Da Roma Antiga, passaram a fazer parte da lista os sítios arqueológicos de Leptis Magna e de de Sabratha.

O Patrimônio da Humanidade de Tadrart Acacus e a Cidade Velha de Ghadamés, ambas situadas no deserto, também passaram para a nova classificação.

Conflito

O Comitê do Patrimônio Mundial justificou ter tomado a decisão pelos estragos "causados pelo conflito que afeta o país e pela ameaça de mais danos."

O grupo destacou "um alto nível de instabilidade que afeta o país" e o fato de que "grupos armados estão presentes nos sítios e nas áreas ao seu redor".

Proteção

A 40ª sessão da Comissão começou no último domingo e segue até o dia 20 de julho, em Istambul.

O objetivo da Lista do Patrimônio Mundial em Perigo é informar a comunidade internacional sobre as condições que ameaçam esses sítios e buscar apoio à sua proteção.

Síria

A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, pediu mais uma vez o fim da destruição da cidade antiga de Alepo e deplorou o recente bombardeio ao museu nacional de Alepo, próximo ao local que é Patrimônio Mundial da Unesco.

Segundo relatos confirmados pela autoridade síria para antiquidades e museus, o prédio foi atingido por morteiros no dia 11 de julho, causando danos extensos à estrutura do prédio.

A Cidade Antiga de Alepo está na lista do Patrimônio Mundial em Perigo desde 2013 e este status foi confirmado pela atual sessão do comitê da Unesco, que está ocorrendo na Turquia.

Leia e Ouça:

Missão da Unesco revela destruição de templos sírios com quase 2 mil anos


Unesco encerra avaliação à cidade histórica de Palmira


Unesco apoia missão arqueológica sobre reconstrução de patrimônio no Nepal

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome