Sudão do Sul: OMS intensifica ajuda a deslocados internos

0
35

Ouvir /

Agência da ONU doou suprimentos necessários para a realização de 500 cirurgias; quase 300 pessoas morreram e cerca de 36 mil foram deslocadas nos últimos dias.

Agência da ONU doou ao hospital-escola da cidade suprimentos necessários para a realização de 500 cirurgias e diversas infusões intravenosas. Foto: OMS

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, intensificou a resposta às crescentes necessidades de deslocados internos em Juba, capital do Sudão do Sul.

A agência da ONU doou ao hospital-escola da cidade suprimentos necessários para a realização de 500 cirurgias e diversas infusões intravenosas para salvar as vidas de um número cada vez maior de pacientes.

Violência

Além disso, a OMS forneceu sacos para corpos das vítimas e equipamento de proteção para gestão destes.

Centenas de pessoas ficaram feridas em Juba, mais de 270 morreram e cerca de 36 mil pessoas foram deslocadas.

A agência alertou para a fuga de profissionais de saúde, em busca de segurança, e para a falta de suprimentos médicos.

O representante da OMS no Sudão do Sul, Usman Abdulmumini, afirmou que desde o início da crise, a agência está a trabalhar, em colaboração com parceiros, para garantir que os deslocados tenham acesso a serviços de saúde essenciais.

Leia Mais:

Armazém do PMA é saqueado com comida para 220 mil no Sudão do Sul

Unicef presta auxílio humanitário após abertura de acessos no Sudão do Sul

Chefe da ONU aborda Sudão do Sul em Cimeira da União Africana no Ruanda

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome