PMA recebe apoio europeu de € 2,3 milhões para aumentar auxílio ao Iémen

0
41

14/11/2016

PMA recebe apoio europeu de € 2,3 milhões para aumentar auxílio ao Iémen

Ouvir /

Montante será destinado ao transporte aéreo e marítimo; 80% da população do país carece de ajuda humanitária; situação foi agravada pelos deslocamentos em massa, desemprego e impacto do conflito.

Comissão Europeia contribuiu com € 2,3 milhões para apoiar os serviços de transporte aéreo e marítimo geridos pelo PMA. Foto: PMA (arquivo)

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Comissão Europeia contribuiu com € 2,3 milhões para apoiar os serviços de transporte aéreo e marítimo geridos pelo Programa Mundial de Alimentação, PMA, no Iémen.

O diretor da agência para o país disse que a contribuição vai permitir abordar o que se considera "um dos principais desafios que dificultam uma resposta adequada às necessidades de milhões de iemenitas". Mais de 80% da população do país precisa de apoio humanitário.

Organizações Humanitárias

Falando esta segunda-feira na capital iemenita, Sanaa, Torben Due revelou que a assistência logística do PMA é fundamental para ajudar as outras organizações humanitárias que operam no território.

Os valores dados pela Direção-Geral de Ajuda Humanitária e Proteção Civil da Comissão Europeia, Echo, chegam à agência num momento em que esta apoia 7 milhões de pessoas através da distribuição alimentar e de cupões no Iémen.

Desnutrição

Mais de 700 mil crianças menores de cinco anos, mulheres grávidas e lactantes recebem o apoio do PMA para o tratamento e a prevenção da desnutrição aguda moderada.

Due disse que com o inicio das hostilidades, em março de 2015, as necessidades humanitárias aumentaram significativamente devido ao deslocamento em massa, ao desemprego e ao impacto do conflito na vida das pessoas.

A comunidade humanitária no país pediu que fosse adodato um serviço aéreo que é "fundamental para atender às necessidades humanitárias mais urgentes do país."

Nos últimos dois meses 1,3 mil pessoas foram transportadas em áreas do corredor Sanaa, Djibuti e Aman.

Leia Mais:

OIM revela sobrecarga do Djibuti para acolher africanos retornados do Iémen

Compartilhe

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome