ONU: República Centro-Africana vive “momento-chave”

0
48

02/11/2016

ONU: República Centro-Africana vive "momento-chave"

Ouvir /

Vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson, está em visita oficial ao país; conferência de doadores será realizada em 17 de novembro, em Bruxelas.

Jan Eliasson. Foto: ONU/Manuel Elias (arquivo)

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson, está na República Centro-Africana para uma visita oficial de dois dias. Nesta quarta-feira, o vice-chefe das Nações Unidas teve uma audiência com o presidente Faustin-Archange Touadéra e membros do seu gabinete na capital Bangui.

Segundo Eliasson, os líderes discutiram a situação no país, tanto do ponto de vista da segurança como de reconciliação, desarmamento e outras medidas necessárias.

Momento-chave

Ele afirmou ainda ser importante para comunicar a todos os centro-africanos que a ONU está a seu lado. Para Eliasson, o país está em um "momento-chave" de sua história: tem um passado de violência e divisão e é preciso manter o caminho em direção à unidade.

Após o encontro com o presidente, o vice-chefe das Nações Unidas discursou no Parlamento centro-africano. A Rádio ONU conversou com o porta-voz da Missão da ONU no país, Minusca. De Bangui, Vladimir Monteiro falou sobre a visita do vice-secretário-geral.

"Esta visita começou oficialmente com uma audiência concedida pelo presidente da República e houve uma intervenção em seguida em que reiterou o papel da Minusca que está aqui para proteger o povo da República Centro-Africana e também um momento em que pediu aos políticos para pensarem nos interesses do país. Foram as principais mensagens nesses encontros em que obviamente também falou da reunião de Bruxelas dos doadores em que ele será um dos principais mobilizadores a tentar mobilizar o apoio da comunidade internacional para o país."

A reunião de doadores será realizada em 17 de novembro. Vladimir Monteiro destacou ainda outro ponto que considerou importante da visita do vice-secretário-geral: sua participação, ao lado do presidente centro-africano, em uma reunião do comitê de acompanhamento do programa de "desarmamento, desmobilização, reinserção e repatriamento".

*Apresentação: Denise Costa.

Leia e Oiça:

Vaga de violência faz pelo menos quatro mortos na República Centro-Africana

ONU quer medidas para combater uso de mercenários na República Centro-Africana


Apoio à República Centro-Africana “mais importante que nunca”

Compartilhe

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome