Minusca faz apelo por campanha pacífica na República Centro-Africana

0
78

09/12/2015

Minusca faz apelo por campanha pacífica na República Centro-Africana

Ouvir /

Missão das Nações Unidas pronunciou-se após adoção de código eleitoral de conduta para partidos políticos e candidatos assinado em Bangui esta quarta-feira; no dia anterior, supostos grupos anti-Balaka ergueram barricadas em diversos locais na capital e em Bimbo após decisão do Tribunal Constitucional.

Manifestações em Bangui, República Centro-Africana. Foto: ONU/Nektarios Markogiannis

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana, Minusca, anunciou a assinatura do código eleitoral de conduta para partidos políticos e candidatos na capital Bangui, esta quarta-feira.

A informação foi dada a jornalistas, em Nova Iorque, pelo porta-voz do secretário-geral da ONU.

Campanha Pacífica

Segundo Farhan Haq, a Minusca apelou a todos os concorrentes que façam campanha de forma pacífica e pediu aos apoiantes dos candidatos presidenciais rejeitados que evitem quaisquer ações que possam pôr em risco o processo eleitoral.

A Missão afirmou que após a decisão do Tribunal Constitucional, supostos grupos anti-Balaka ergueram barricadas em diversos locais em Bangui e em Bimbo, na província de Ombella Mpoko. As ações ocorreram esta terça-feira.

Combates e Eleições

A Minusca desmantelou as barricadas no 8º distrito durante a manhã.

Soldados de paz em patrulha também foram atacados esta terça-feira por supostos combatentes anti-Balaka no mesmo distrito. Os capacetes azuis responderam ao fogo. Não há relatos de vítimas.

As eleições presidenciais e legislativas centro-africanas estão agendadas para 27 de dezembro, após atos de violência que obrigaram ao adiamento do processo que antes estava marcado para 18 de outubro.

Leia Mais:

África Central é foco em sessão do Conselho de Segurança

Missão da ONU relata aumento das tensões na República Centro-Africana

PMA aumenta ações na República Centro-Africana

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome