FAO celebra sucesso de cupão eletrónico para agricultura em Moçambique

0
38

Ouvir /

A agência está satisfeita com adesão ao método para comprar insumos agrícolas; 12,5 mil beneficiários usam os cupões desde a fase piloto; número equivale a mais 2 mil pessoas registadas na província central de Manica.

Walter de Oliveira. Foto: Rádio ONU/Ouri Pota

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

A introdução do sistema de cupão eletrónico em Moçambique está a surtir efeitos positivos, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

Em conversa com a Rádio ONU, em Maputo, o coordenador do projeto da agência, Walter de Oliveira, disse tratar-se de uma ferramenta para flexibilizar compras de insumos agrícolas para os agricultores.

Funcionamento

"Distribuímos um total de 16 mil cartões, foram utilizados 12,5 mil cartões. É um resultado muito positivo. O nível "A" é para agricultores de subsistência. Nesse pacote, o agricultor cobria 30% e o programa 70%. O pacote "B" que são praticamente aqueles agricultores que produzem, seja para alimentação, mas, sobretudo, para o mercado. E o valor desse pacote, o agricultor pagava a metade e o programa colocava outra metade como subsídio."

O sucesso da fase-piloto do uso do cupão eletrónico vai permitir a expansão da iniciativa, segundo explica o especialista da FAO.

Expansão

"O governo decidiu que esse sistema de "voucher eletrónico" devia ser introduzido onde o programa da FAO trabalha: Sofala, Zambézia e Nampula para a campanha 2016- 2017. Temos uma previsão de passar dos 12,5 mil beneficiários que temos atualmente para aproximadamente para 24 mil beneficiários."

O cupão eletrónico é uma alternativa ao sistema do "voucher" de papel. O cartão contém o subsídio e é ativado mediante o pagamento da comparticipação do beneficiário.

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome