Entrevista: Onusida e combate ao HIV em Angola

0
53

Ouvir /

Sihaka Tshemo; Foto: Rádio ONU

Sihaka Tshemo é a representante da Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/Sida, Onusida, em Angola.

Nesta entrevista à Rádio ONU, concedida recentemente em Luanda, a chefe do escritório da agência no país fala de um cenário em que as autoridades lideram o combate ao vírus ao mesmo tempo que a malária e a febre-amarela.

Os casamentos prematuros são frequentes em Angola e há necessidade de formar pessoal qualificado e ativistas para acelerar o combate contra o vírus.

Para a responsável, o outro desafio é encorajar aos angolanos a fazer testes e sustentar o acesso mais facilitado ao tratamento. A prevalência estimada de HIV em Angola é de 2,4% em adultos.

A entrevistada descreve a evolução da saúde no país nos anos após a independência, e destaca o combate ao vírus HIV num meio onde prevalece o medo, o estigma e a discriminação, que "podem levar a violação de direitos".

Acompanhe a conversa com Eleutério Guevane.

Duração: 09’51″

Parte 1

Ouvir /

Parte 2

Ouvir /Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome