Chefe da Missão da ONU no Sudão do Sul faz novo apelo aos líderes

0
40

28/11/2016

Chefe da Missão da ONU no Sudão do Sul faz novo apelo aos líderes

Ouvir /

De partida do cargo, Ellen Margrethe Loej ficou tocada e impressionada com a resiliência da população, mas "deprimida" porquê esperança que surgiu com a independência não tenha sido realizada.

Ellen Margrethe Loej. Foto: Unmiss

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A chefe da Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss, deixa o cargo esta semana e aproveitou para fazer mais um apelo aos líderes políticos do país. Ellen Margrethe Loej falou com jornalistas esta segunda-feira em Juba, onde disse ter ficado "muito sensibilizada e impressionada" com a resiliência dos sul-sudaneses.

Mas a representante da ONU também mencionou ficar "deprimida", uma vez que a esperança e as aspirações que a população tinha na época da independência, em 2011, não foram cumpridas.

Bem-estar

Loej pediu aos líderes do Sudão do Sul para que coloquem o bem-estar do povo em primeiro lugar, em especial dos meninos e das meninas. A chefe da Unmiss pede compromisso com a paz e com a criação de um futuro próspero para a população.

O Sudão do Sul enfrenta um conflito civil há quase três anos, que já causou a morte de milhares de pessoas e deixou 3 milhões desabrigadas.

A chefe da Missão da ONU ficou dois anos no cargo e afirmou que os líderes precisam trabalhar pela criação de uma identidade nacional, porque segundo Loej, o Sudão do Sul é "um país maravilhoso com enorme potencial".

Leia e Oiça:

Sudão do Sul: conflito deslocou milhares de pessoas em outubro

Enviada da ONU fala de risco de guerra civil no Sudão do Sul

Conselheiro sobre genocídio diz temer pelo povo do Sudão do Sul

Compartilhe

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome