Campanha sobre direitos Lgbt em Cabo Verde apoia-se em modelo do Brasil

0
101

01/12/2015

Campanha sobre direitos Lgbt em Cabo Verde apoia-se em modelo do Brasil

Ouvir /

Cantora brasileira Daniela Mercury deve participar da iniciativa ao lado da cabo-verdiana Mayra Andrade; representante da ONU Mulheres no arquipélago disse que experiência brasileira ajuda com materiais em português e lições locais.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Cabo Verde terá uma campanha sobre direitos das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, Lgbt, a ser inspirada em vários elementos da experiência do Brasil.

A informação foi dada à Rádio ONU, da Cidade da Praia, pela coordenadora Nacional do Programa da ONU Mulheres em Cabo Verde.

Prioridades

Vanilda Furtado disse que a questão dos direitos sexuais e reprodutivos da comunidade Lgbt é uma das prioridades no país africano.

“Estamos em articulação quase que diária com o Brasil por causa das questões de facilitar materiais que já estão reproduzidos em Português. Depois, aprendendo um pouco com as lições tiradas no lançamento do Brasil. Também estamos a programar no quadro da implementação do programa em 2016, uma atividade conjunta. O rosto da campanha no Brasil e de Cabo Verde são duas caras famosíssimas, a Daniela Mercury e a Maira Andrade, que vão poder ter a oportunidade de fazer uma ação conjunta. Isso está programado para 2016, logo a seguir ao lançamento”.

Parceria

A iniciativa vai decorrer seis meses depois de uma formação sobre igualdade de género, identidade e orientação sexual que a entidade da ONU apoiou em parceria com o Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos.

“Uma das recomendações dos parceiros internacionais na abordagem desta questão é precisamente trazer à visibilidade pública, ao debate e à agenda de discussão pública esta questão dos direitos Lgbt, que são direitos humanos. Sobre esse mote é que estaremos a lançar esta campanha, porque consta do plano atual de igualdade de género do país a questão dos direitos sexuais e reprodutivos.”

A homossexualidade em Cabo Verde foi descriminalizada em 2004. A previsão é lançar a iniciativa no fim dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, que decorre até 10 de dezembro.

Leia Mais:

Daniela Mercury usa testemunho pessoal para combater preconceito

Daniela Mercury participa de evento nas Nações Unidas sobre direitos LGBTI

Ban elogia decisão da Suprema Corte americana sobre homossexuais

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome