Brasileiro aposta em governos estaduais como ferramentas para ODSs

0
44

Ouvir /

Assessor de projetos da Rede de Governos Regionais pelo Desenvolvimento Sustentável ressaltou que estados têm "competências fundamentais" em "serviços básicos", como água e saneamento; Rodrigo Messias participou de Fórum Político de Alto Nível que debate sobre ODS na sede da ONU.

Rodrigo Messias. Foto: Rádio ONU

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

Termina nesta quarta-feira, na sede da ONU, em Nova York, um Fórum Político de Alto Nível que debate a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS.

A Rádio ONU conversou com o assessor de projetos da Rede de Governos Regionais pelo Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Messias, que participou do encontro. Na entrevista, ele destacou a "importância do envolvimento" das autoridades locais no processo de implementação dos ODS.

Colaboração

Segundo Rodrigo Messias, os governos estaduais têm "competências fundamentais" no fornecimento de "serviços básicos", citando água, saneamento, coleta de lixo e defesa de áreas protegidas.

"Então, sem uma colaboração e uma coordenação entre o governo nacional e esses governos a nível subnacional, como dizemos, não será possível alcançar esses objetivos realmente na base (…) Aqui, estamos trazendo essa mensagem de que é importante que os países, quando eles comecem a pensar nos seus planos de implementação dos Objetivos, eles tragam um elemento de localização dos objetivos globais, que eles pensem e apoiem como esses objetivos deverão ser implementados pelas cidades, pelos estados, pelas comunidades locais."

Segundo o assessor de projetos, cinco estados brasileiros fazem parte da Rede de Governos Regionais pelo Desenvolvimento Sustentável: Goiás, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

Implementação

Rodrigo Messias falou ainda sobre a implementação dos objetivos, adotados no ano passado.

"Esse Fórum de Alto Nível, a proposta dele é que ele seja a plataforma global que vai fazer o monitoramento e o acompanhamento de como está a implementação desses objetivos. Só que como estamos falando do primeiro ano, muito mais do que ver o progresso que foi alcançado, a gente está buscando discutir qual a melhor maneira de começar a implementação."

Rodrigo Messias afirmou que a Rede vai criar um "guia de seis passos iniciais", a partir do que o grupo identifica como as "maiores dificuldades" dos governos estaduais para esta implementação e do que próprios governos apontam que precisa ser feito para começar o processo.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Leia e Ouça:

Encontro avalia implementação dos ODS


ONU discute desafio de mobilizar financiamento para os ODS


Parcerias serão “chave” para implementação da Agenda 2030

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome