Ataque com granada fere quatro elementos das forças de paz em Bangui

0
59

17/11/2015

Ataque com granada fere quatro elementos das forças de paz em Bangui

Ouvir /

Explosivo foi atirado na segunda-feira; seis suspeitos combatentes anti-Balaka perderam a vida na ação; coordenador humanitário pede respeito às leis internacionais sobre conflitos.

Quatro elementos da Minusca foram feridos em Bangui. Foto: Minusca.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana, Minusca, informou esta terça-feira que quatro elementos da sua força policial foram feridos após o lançamento de uma granada por homens não identificados na capital Bangui.

Após o lançamento do engenho, seis suspeitos combatentes anti-Balaka foram mortos. O explosivo foi atirado contra as forças da Minusca quando estas retiravam barricadas no bairro de Fátima, situado no 6º distrito.

Civis

A Minusca informou que a operação, que decorreu na segunda-feira, faz parte dos esforços para garantir a segurança, restaurar a liberdade de circulação e proteger os civis na capital centro-africana.

Nos próximos dias, a operação de paz prossegue as suas ações com o apoio da força francesa Sangaris, além de membros dos gendarmes da República Centro-Africana.

Antes, o coordenador humanitário para o país emitiu uma nota a condenar veementemente os repetidos ataques ocorridos em locais que abrigam deslocados.

Incidentes

Aurélien Agbénonci mencionou a violência que recentemente envolveu comunidades locais. Na semana passada, também foram registados incidentes nas áreas urbanas de Batangafo e Bambari.

O representante considera urgente que as leis e convenções internacionais sejam respeitadas e que todas as partes envolvidas no conflito tomem medidas imediatas para tal. Ele apelou à responsabilidade de respeitar o espaço humanitário e garantir os direitos da população civil.

Na área de Batangafo, 10 pessoas morreram e várias foram queimadas dentro do maior campo de deslocados do país. Pelo menos 730 abrigos foram incendiados, no local que hospeda mais de 30 mil pessoas.

Leia Mais:

ONU apura mais queixas de abusos contra tropas na República Centro-Africana

Clip: cenário após morte de soldado de paz na República Centro-Africana

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome