Assassinato de embaixador russo é “ato de terror” e “sem justificativa”

0
48

19/12/2016

Assassinato de embaixador russo é "ato de terror" e "sem justificativa"

Ouvir /

Secretário-geral da ONU emitiu comunicado e falou ao Conselho de Segurança sobre ataque ocorrido nesta segunda-feira em Ancara, na Turquia.

Ban Ki-moon no Conselho de Segurança. Foto: ONU/Amanda Voisard

Laura Gelbert, da ONU News em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou o assassinato do embaixador russo na Turquia, Andrey Karlov, nesta segunda-feira em Ancara.

Em nota em que expressa estar "horrorizado", Ban enviou profundas condolências à família do embaixador Karlov, ao governo e à população da Rússia.

Sem justificativa

No Conselho de Segurança, o chefe da ONU condenou a ação que chamou de "ato de terror sem sentido para o qual não pode haver justificativa".

O porta-voz do secretário-geral, Stephane Dujarric, também falou sobre o assunto a jornalistas na sede das Nações Unidas em Nova York.

Dujarric declarou que "não pode haver justificativa para um ataque a um diplomata".

Segundo o comunicado, Ban está acompanhando de perto a situação. Ele desejou uma rápida e plena recuperação às outras pessoas que teriam sido feridas no ataque.

Compartilhe

Fonte: Rádio ONU

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome