Gestão da água essencial para desenvolver e estabilizar Norte de África

0
17

Gestão da água essencial para desenvolver e estabilizar Norte de África

Ouvir /

Banco Mundial e FAO unem-se para apoiar ação urgente na questão de água e segurança alimentar na área e no Médio Oriente; órgãos participam de conferência da Liga Árabe.

Foto:Unicef/Abubakar (arquivo)

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.*

A importância da gestão da água para o desenvolvimento sustentável e a estabilidade do Médio Oriente e no Norte de África está no centro de uma conferência da Liga Árabe que começou este domingo, no Cairo.

O vice-presidente do Banco Mundial para a região, Hafez Ghanem, e o representante regional da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, Abedssalam Ould Ahmed, se juntaram ao lançamento da Semana Árabe de Desenvolvimento Sustentável.

Fragilidade

O objetivo é chamar atenção para a questão e discutir a dinâmica entre escassez de água e fragilidade, conflito e violência.

O representante do Banco Mundial afirmou que o órgão, a FAO e a Liga Árabe "compartilham o objetivo de promover gestão sustentável, eficaz e equitativa da água em situações frágeis".

Segundo Ghanem, as instituições acreditam que esta meta pode contribuir para "paz, prosperidade e estabilidade".

Consequência

O vice-presidente regional do Banco Mundial defendeu que "a menos que sejam tomadas medidas em relação à água, as consequências políticas e económicas serão significativas".

Ele alertou, por exemplo, que na ausência de estratégias de mitigação e adaptação, os impactos da mudança climática na segurança do acesso à água pode levar a uma queda de 14% no PIB da região até 2050.

Já o representante da FAO destacou os desafios regionais na área de segurança alimentar devido a diversos riscos decorrentes de conflitos, escassez de água e mudança climática.

Em 2014, a FAO lançou a Iniciativa Regional sobre Escassez de Água para apoiar países na identificação de estratégias, políticas e práticas que promovam soluções sustentáveis para a falta do recurso na região.

Em março deste ano, a Liga Árabe e o Banco Mundial assinaram um memorando de entendimento relacionado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

*Apresentação: Denise Costa.

Notícias Relacionadas:

Mundo precisa mudar fornecimento e uso de energia para atingir meta

Economia da África Subsaariana deve crescer 2,6% em 2017

Fonte: Rádio ONU

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here